quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Leituras Do Mês Novembro/2013

Olá pessoal, como vocês estão? Espero que bem :)
Hoje trago para vocês as leituras do mês de Novembro!! Caramba, foram 11 livros lidos, até eu não acredito que li tanto assim, estou tão feliz!! E olhem que a maioria dos livros que li no mês passado, são ótimos, super ótimos *-*


Comecei o mês lendo Claro que te amo da Tammy, eu li ele em uma noite vamos dizer assim e apesar de ter gostado bastante do livro, achei a protagonista um pouco cansativa. E ao mesmo tempo estava lendo Mago: Aprendiz, para não ficar uma leitura massante, peguei Jesse Chesnutt. Gente que livro é esse? É uma pitada de The Walking Dead, só que sem a parte legal, o livro chato. Só gostei mesmo do final, que teve uma parte interessante da estória, de resto, minha gente, não leiam. E aí acabei terminando Mago: Aprendiz. Me encantei com os personagens, com a estória, o cenário, com tudo mesmo. É um livro fantástico, lindo de se ler, com um aprendizado magnifico e a estória que traz, nos faz querer muito a continuação! Aí entrei naquela famosa "ressaca literária", tinha amado o livro anterior e não sabia o que fazer, qual livro pegar, qual emoção sentir. Foi então que dei uma olhada na estante e meu olho bateu direto com o Como se livrar de um vampiro apaixonado. Como todo mundo falava bem do livro, resolvi arriscar e foi a melhor coisa que fiz. Li ele numa madrugada, pois não conseguia desgrudar!! Esse livro tem aquele poder de te fazer grudar que eu simplesmente amo. Gente o que é aquele Lucius? Eu me apaixonei por ele, só posso falar isso. Quero me casar com ele, ponto. E aí eu queria tirar a má impressão que senti com os livros do Dan Brown, por isso li o livro de parceria Inferno e gente, gente, gente, gente! Eu amo ainda mais o Robert, sem mais. Com essa amnésia que deu nele no começo, ele ficou totalmente perdido e muito fofo. E se mostrou o ótimo professor. Quando estava lendo, sério mesmo, me vi procurando tudo o que se relatava no livro, na Internet. O Inferno de Dante, A Divina Comédia, o cenário, enfim tudo eu fiquei procurando e foi o que deu mais a sensação de profundidade no livro. Tudo menos "normal", confesso que foi para ser um passa-tempo, pois eu nem sabia do que se tratava, mas acabei me surpreendendo. O livro conta a estória de um  menino altista. Então você vê o mundo pelos olhos dele, o que ele pensa, o que sente e pelo amor de Deus, não tem como não se encantar pela criança! Muito recomendado, saí da minha zona de conforto. Eu gosto de ler dois livros ao mesmo tempo então A menina que semeava era um desses dois. Confesso que 80% do livro eu amei, os outros 20% foram só por causa da mãe da protagonista, mulherzinha chata essa hein! Mas é um daqueles livros, que te faz sonhar, que te faz ter esperança, encarar os seus problemas de frente e aprender a superá-los. Um mundo de sonhos. Essa é uma das melhores coisas do livro. Amei. E agora começa as minhas leituras mais rápidas de toda minha vida. E quando digo isso, é porque esses últimos quatro livros aí, cada um eu li em um dia. Gente UM DIA. E eles não são pequenos não, tem muita página e estória boa aí meu filho. Começamos por Belo Desastre. Travis Maddox. New Adult. Minha gente eu amei esse livro, não tem como não amar. O livro me encantou na primeira página, esse universo todo, caí de amores mesmo. Desastre Iminente. Que versão é essa do Travis? Meu coração não aguentou conhecer ele mais um pouco, me apaixonei ainda mais, quero ele como marido! O Duque e eu, como fazia muito, mas muito tempo mesmo que eu não lia um romance história e já estava começando a ficar com saudades, resolvi lê esse livro, que as pessoas falam bem. Não me arrependi, peguei o livro e só larguei quando terminei. Dei muita risada,
me diverti com a estória, me encantei com os personagens e estou muito curiosa para conhecer o resto dessa família.  E um dos queridinhos do mês. Cinquenta Tons De Cinza. Sim, eu tinha um certo preconceito e sim esse preconceito foi para o espaço quando terminei de ler. Gente não é só sexo e sadomasoquismo. Eu consegui ver o romance dos personagens. Também ri muito das trapalhadas da Ana e do jeito nervoso do Christian e sim ele me conquistou. Então é difícil eu pensar agora, que 50 Tons era só sexo, depois que li a trilogia, captei o romance e foi uma loucura! Totalmente!
E aí o que vocês leram? Qual foi o queridinho?
Me contem!
Beijos :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário