terça-feira, 2 de outubro de 2012

Resenha - A Garota dos Pés de Vidro

Olá meus amores, como vocês estão? Espero que super bem :)
Hoje tem resenha, essa semana terá muitas, eu espero, estou programando, mas o tempo é curto! Tudo dará certo, se Deus quiser.
E hoje a resenha, será um pouco difícil, pois as emoções que senti no livro ainda estão confusas, depois de DOIS meses de leitura, é uma resenha difícil, pois a estória é difícil, eu não tinha lido nada assim antes, e bem estou perdida rsrs'. Vamos lá

Nome: A Garota dos Pés de Vidro
Autor: Ali Shaw
Nº de páginas: 288
Editora: LeYa
Classificação:






Sinopse: Cenários cinematográficos, paisagens paradisíacas, pântanos congelados com animais transformados em vidro, florestas
brancas, penhascos monocromáticos, um oceano de baleias, lendas e águas-vivas. Este é o universo fantástico de Ali Shaw, autor britânico que renova as fábulas e cria uma inusitada história de amor. Midas é um tímido fotógrafo ilhéu. Ida é uma jovem aventureira que vem ao arquipélago de Saint Hauda's Land buscar a cura para sua misteriosa doença. Ela está se transformando em vidro e juntos buscam uma solução. O que eles mais precisam é de tempo - e o tempo está passando rápido. Será que vão encontrar uma maneira de evitar a propagação do vidro?


Resenha:


O livro me proporcionou diversas emoções, felicidade, tristeza, magoa, carinho. Como disse este livro me proporcionou uma verdadeira reação de amor e ódio. Não sei classificar ele de outra forma diferente, gostei logo de cara, dos personagens, chegou no fim! Puff, foi-se o que eu esperava.

Midas um fotógrafo tímido e que quase nunca fala com ninguém, se descobre envolvido numa estória surpreendente de uma jovem Ida e o mistério de ela nunca mostrar a suas pernas e o fato de andar arrastado. Ida tem uma doença rara. Ela está se transformando em vidro, e não conseguem um jeito de reverterem a doença. E nesse meio tempo, acabam se envolvendo e mistérios aparecem, e o tempo passa mais rápido do que gostariam.

Uma coisa que devo falar logo de cara nesta resenha sobre o livro, é que ele não tem paragráfos de uma fala para outra, é tudo direto. Eu confesso que não gostei muito no inicio, pois nunca tinha lido um livro assim, mas depois peguei a prática para ler assim, e bem foi até que uma leitura fácil de ler. 

"Quando você cava um buraco, Midas, e alguém oferece uma forma de sair dele, é de bom tom aceitar, não continuar cavando." - Ida página: 70

Midas é um personagem extremamente tímido e muito perturbado com o passado dele. O pai raramente lhe dava carinho e sua mãe não era exatamente amorosa. Ter uma vida assim, o tornou tímido e muito difícil lidar com os seus problemas, e ainda por cima, ele se tornou solitário. Ida é uma personagem encantadora, aventureira, fofa, sonhadora. O único problema que tem a doença de se transformar em vidro, e isso a deixa deprimida, pois não tem solução para essa doença, e ela quer viver, que voltar a nadar, quer andar normal de novo. Quando os dois se encontram por acaso, é ai que a vida deles muda.

A estória inteira me deixou em conflito, pois eu não queria que ela tivesse esta doença, não queria que ela avançasse da forma absurda que estava avançando, mais ao mesmo tempo estava adorando, pois se não fosse isso, eles não se conheceriam, não tornariam tudo mais apaixonante, e os momentos as vezes foram dolorosos e hilariantes.

"Olhares podem se alinhar como planetas, e nesse momento, o eclipse resultante sombreia os nossos. A culpa é disso..." - Hector página: 204

Peguei o momento certo este livro, e foi um daqueles que realmente vou me lembrar da estória, de como se conheceram, de como foi ocorrendo tudo, e sempre isso deixa uma marca. É um livro muito bom, que recomendo para todos lerem, mas se prepararem antes, pois vai mexer um pouco.

5 comentários:

  1. essse é um livro q eu quero ler, só estou vendo resenhas positivas na medida do possivel.

    ResponderExcluir
  2. Oi,Aninha!
    Eu quero muito ler esse livro. A maioria das resenhas que leio a respeito sempre falam muito bem da história. Que ela é muito comovente. Tenho certeza que vou me emocionar muito. Gostei muito da resenha e vou adiantá-la na imensa lista de leituras.
    Bj grande!
    Tem resenha nova no blog com promoção!
    Zilda
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito esse livro, a primeira vez que o vi, faz pouco tempo, foi em uma promoção, e então foi procurar saber mais do livro, e me encantei com ele.
    Gostei bastante da resenha, deu pra entrar um pouco na estória dos dois, mesmo sem ter lido.
    Beijoos :*
    - GabiSuzart

    ResponderExcluir
  4. Oi flor! Ahh.. Eu já tenho esse livro há algum tempo na minha estante pra ser lido, mas sempre acabava ficando pra trás sabe? Agora com a sua resenha, tenho que lê-lo logo! *-*

    Já tinha uma pequena noção de que o livro é bem tocante, pois minha irmã já leu e me informou que o mesmo é assim. Super amei a sua resenha. Um beijo!

    www.perdidasnabiblioteca.com

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    parbéns pela resenha, pois me convenceu a ler esse livro pois estava na dúvida, mas adora quero sentir todas essas emoções q vc sentiu! :D

    http://amandatrindadepalavrasaovento.blogspot.com.br/

    Abraços e boas leituras!

    ResponderExcluir