terça-feira, 4 de setembro de 2012

Resenha - O Coração de Salatiel

Olá pessoas lindas como vocês estão? Espero que bem *o*
Que saudades enormes daqui, é tão bom voltar a escrever resenhas, que olha ah nem tenho explicação. Só sei que a única coisa que gosto, está voltando ao normal (eu acho, e espero)
Hoje irei postar uma resenha, de um livro que faz muito tempo que li, mais que Jesus, é ótimo, e queria continuação, fazer o que não é! Rsrs'

Nome: O Coração de Salatiel
Autor: Kézia Lôbo
Nº de páginas: 264
Editora: Dracaena
Classificação:





Sinopse: Lenora está completando seu 18º aniversário, e está ansiosa para receber o misterioso presente que sua mãe lhe deixou antes de morrer. Além disso, ela tem ouvido boatos que Malghalad, o rei que governa Galahar, está destruindo a todos os que se rebelam contra ele e que possuem ou praticam qualquer espécie de magia. E que junto com o Feiticeiro Negro procura por um colar lendário perdido. A notícia a perturba, pois ela esconde um segredo: Lenora é uma Elemental do ar, a única que conseguiu sobreviver desde que Malghalad começou a matar os elementais. Porém sua vida muda quando recebe o tão esperado presente e descobre que é um magnífico colar mágico que os antepassados acreditavam serem lendas, chamado: O Coração de Salatiel, que foi forjado pelo Ser Mágico mais poderoso do início das eras. Agora ela terá que correr para salvar a sua vida. E com a ajuda de um mago cego, um guerreiro fracassado e um príncipe fugitivo, irá enfrentar fugas arriscadas para encontrar a resistência, conhecerá o deslumbrante mundo dos Seres Mágicos, descobrirá o valor do perdão, da amizade e do amor, e terá que enfrentar a maior responsabilidade de toda: salvar o povo de Galahar antes que tudo o que conhece seja destruído.


Resenha:

E esses é um dos livros que vou falar livremente, com toda a emoção, e todo o carinho que sinto por ele. Fácil falar, pois afinal, gostei muito mesmo, e não vai ficar difícil! Eu acho, mais vamos lá. O livro é de parceria com a queridissima Kézia, e até peço desculpas pela demora. Então, vamos começar. Só tenho que dizer que o livro me surpreendeu muito, e chegou numa parte que eu não queria mais largar ele.


Lenora está prestes a completar os seus 18 anos, e sempre teve a curiosidade de saber qual o presente que sua mãe deixara para ela, fora o fato que anda tendo uns boatos que pessoas estão se rebelando contra o Malghalad, o rei de Galahar, que junto com um Feiticeiro Negro está procurando um colar poderoso. Fora o fato que Lenora é uma Elemental do ar, a única. Mas tudo isso muda, quando ela abre o seu tão esperado presente de aniversário, e ai as coisas comecem a dar certo e errado ao mesmo tempo. Sua vida está em risco, um grande poder está em suas mãos, e com a ajuda de um mago cego, um guerreiro fugitivo, ela enfrentará muitas batalhas e descobrirá muitas aventuras pela frente.

Vocês sabem que eu adoro magia misturada com uma boa aventura, não é mesmo? E neste livro não deixou faltando nada. Teve uma boa estória, uma boa narrativa, personagens que gostei logo de cara, outros que me surpreenderam por achar que não iria gostar, mais no final, eu levar aquele "tapa na cara". Enfim, é uma montanha-russa de sentimentos que passei neste livro, é como posso resumir.

"Apesar do que acontecia no mundo lá fora, ainda existia a felicidade, o amor, a esperança e a fé, isso era algo que mal nenhum seria capaz de tirar do ser humano que possuía um bom coração." - Lenora página: 27

Lenora é uma personagem forte, só que no começo ela ficou um pouco parada. Tudo bem que ela ainda não sabia da dimensão dos poderes dela, mais ela  meio que é pacata no começo, só depois que ela recebe o "tal presente" é que eu acho que ela mudou um pouco. Ela vai crescendo no decorrer do livro, o que eu acho muito bom, adoro a evolução dos personagens nos livros, quando eles cresçem e não fiquem só no "mimimi", enfim vocês entenderam não é? E os poderes dela? Ah, não vou contar muito, mais que poderes!

Agnor que é o feiticeiro cego, foi o personagem que mais me encantou no livro inteirinho. Pois quando ele apareceu eu achava que ele era do mal, só que passou o tempo, melhor passou algumas páginas vi que ele não era o "vilão", que tinha muito mais gente podre no caminho, e ele o único dos mocinhos, mocinhos mesmo. Mesmo sendo deficiente visual, o que achei ótimo a Kézia ter explorado este ponto, ele superou muitas barreiras, cada obstáculo, cada pessoa falando que ele nunca ia conseguir ser um mago ideal, e a garra, como ele passou tudo isso, me encantou de um jeito que até tive uma "paixonite" por ele!

"Ao entrar, sentiu um aroma de livros velhos misturados a essências de rosas espalhados pelo ambiente." - Lenora página: 165

Raizakan o guerreiro fugitivo, se é que pode chama-lo assim, também me encantou, e ele com o passar do livro, se mostrou um ótimo amigo, e não um inimigo como eu pensava, e a estória dele, me chocou! Só posso dizer isso. E o resto da estória Ana? Ah ai vocês comprem com a autora, pois não vou contar. O final é surpreendente, aparece um outro personagem que vou deixar em suspense por ai. 

Malghalad que é o vilão mesmo, me fez sentir um ódio profundo dele, pois ele só queria poder. Odeio pessoas que só pensam em si, e sentem ânsia de poder. Só que eu digo uma coisa, se não tem um vilão o livro fica sem graça, então foi bom ter ele, mais está odiado! 

Só posso dizer isso, não falo mais nada. O livro me surpreendeu, passei madrugada agarrada no livro, pois não conseguia larga. Adoro livros assim, isso que é livro bom. Kézia está de parabéns o livro é muito bom, queria que tivesse mais!! 

E vocês galerinha? Gostaram? Comentem
Beijos :)

5 comentários:

  1. Oi Ana!

    Que bom que está de volta o/

    Não conhecia o livro e já julguei ele incorretamente por conta da capa que diga-se de passagem é horrorosa. Mas pela sua resenha acabei ficando interessada na história, parece ser realmente muito bom :D

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  2. Aeeee, finalmente voltou! *----*

    Acredita que eu não sabia absolutamente nada a respeito desse livro.. pois é, julguei pela capa, assim como a Naty rs. Mas agora dando a devida atenção, curti!


    Beeeijos ;*

    ResponderExcluir
  3. ótima resenha, não li o livro, mas tenho isto ótimas recomendações.
    Saudades de vc Ana, que bom que voltou.
    Beijinhos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  4. Ahh que legal flor! Tbm recebi esse livro da Kezia e já deduzia que seria muito bom, mas com a sua resenha tive certeza. Um super beijo!

    www.perdidasnabiblioteca.com

    ResponderExcluir
  5. Menina ameiii a resenha.. ainda não tinha lido... e amei demais vc ter gostado do livro, isso me deixa muitooo feliz mesmo... bastante \o

    ResponderExcluir