sexta-feira, 23 de março de 2012

Resenha: Jogos Vorazes

Oie pessoinhas, falei que ia dar um jeito de postar certo? Então cá estou eu. E vocês meus lindos, como estão? Ah espero que bem!
Eu estava adiando mesmo a resenha deste livro, queria colocar especificamente hoje, não sei se vocês me entendem, mais hoje é a estreia do filme, um dos mais aguardados pelos fãs *_*
Então acho que vou ter muita coisa pra falar, e vou parar de enrolar vocês. Bora lá!

Nome: Jogos Vorazes
Autor: Suzanne Collins
Nº de páginas: 400
Editora: Rocco
Classificação:





Sinopse: Jogos Vorazes

Mistura de ficção científica com mitologia e reality show, Jogos Vorazes é o mais novo fenômeno da literatura jovem, precursor de tendência no milionário mercado de Best-sellers juvenis: a dos romances ambientados num futuro pós-apocalíptico. Há mais de 85 semanas na lista de mais vendidos do The New York Times e de outras publicações de prestígio dos EUA, e elogiado por Rick Riordan, da série "Percy Jackson", e Stephenie Meyer, da saga "Crepúsculo", o livro, primeiro volume de uma trilogia, rendeu à autora Suzanne Collins lugar na balada lista de 100 personalidades mais influentes do ano da revista Time.

Ambientado num futuro sombrio, o livro narra uma luta mortal pela sobrevivência encenada por crianças e transmitida ao vivo para todos os habitantes de uma nação construída nas ruínas de um lugar anteriormente conhecido como Estados Unidos. Com este mote surpreendente e uma narrativa ágil, Jogos Vorazes já foi traduzido para mais de 30 idiomas e vem se tornando um crossover, atraindo leitores de diversas faixas etárias. 

Resenha:

É uma das resenhas mais difíceis que estou fazendo, não sei do por quê, mas vamos lá. Imaginem um mundo pós-apocaliptico, onde 12 Distritos todos os anos, tem que participar de uma competição, onde envolve crianças de 12 anos e 18. Onde nessa competição, todos tem que matar um ao outro, e só um sai vivo. E ainda por cima, o seu Distrito ser o mais pobre de todos. Imaginou? É foi exatamente assim, que Suzanne Collins conquistou o coração de todas as pessoas que leram esse livro. Uma única palavra eu tenho para ele. Único.

Katniss é uma garota de 16 anos, que vive no Distrito 12, um dos mais pobres de todos os Distritos. Depois da morte de seu pai, Katniss se vê numa situação horrível, tem que colocar comida dentro de casa, pois sua mãe, entra em depressão e não consegue dar auxilio para suas filhas e Prim é apenas uma criança. Depois de um dia em que Peeta, resolve meio que ajuda-la, ela descobre que pode conseguir colocar comida dentro de casa, pelo único jeito que ela e seu pai faziam juntos. Caçar. E é numa dessas caçadas que Katniss conhece Gale, seu amigo e claro, companheiro de caçada. Quando o dia do sorteio para ver quem vai participar dos Jogos Vorazes, quais serão os escolhidos a fazer os seus papéis em frente a toda a Capital, é ai que a vida de Katniss muda realmente.

Após ver o nome de sua irmã ser sorteada, ela se voluntaria, uma coisa inédita, quase nunca ninguém se voluntária, pois sabe que as coisas não são fáceis. E quando Effie Trinket tira o papel com o nome de Peeta Mellark, ai a situação fica ainda pior. Sim, o mesmo que ajudou ela, e ela sente que tem uma dívida com ele, o que ela não gosta.

" Sinto uma espécie de dívida para com ele. E detesto dívidas."

Quando vão para a Capital, se preparar para fazer as entrevistas, ficar apresentados decentemente, para ter patrocinadores para seus distritos, e claro, treinar é ai que a leitura flui muito rápida, e uma meia que verdade aparece. Para fazer Katniss a Garota Fogo uma super estrela, e fazer todos amarem ela, Peeta e seu instrutor Haymitch, insinuam que os dois são super apaixonados. O que torna é claro, tudo aquela confusão. Em meio a tanta popularidade, quando são treinados, eles vêem as outras pessoas dos outros Distritos, serem digamos, muito bons, por isso guardam as suas habilidades apenas para si.

Quando eles são colocados na arena, é cada um por si. Ambos Katniss e Peeta, se separam e as coisas ficam feias. Katniss sabe muito bem se virar, mais e Peeta? Se junta é claro, aos Carreiristas, e quando achamos que ele está do lado do "mau", não é bem assim. Uma coisa que a Suzanne fez bem nesse livro, é fazer personagens fortes. Não é daquela que a mocinha tem que ser salva, a mocinha é a personagem mais forte, e mostra superação, garra e não se deixa cair por nada.

" - Bem, há uma garota. Sou apaixonado por ela desde sempre. Mas tenho certeza de que ela não sabia que eu existia até a colheita. "

Ao longo que os acontecimentos vão ocorrendo na arena, aparecem vários personagens, uns, é claro, amamos, outros nem tanto. Acontecimentos marcantes, ficam na nossa memória. E você acaba sofrendo junto, quando alguma morte acontece, quando alguma pessoa está ferida. Vemos amizades, mesmo na pior situação possível, a lealdade e o simples afeto do amor. Amor entre irmãos também. É um livro que você lê muito rápido, e depois que terminou ainda continua pensando na estória.

É viciante, emocionante, e com certeza sei agora porque muitas pessoas o consideram bom. Achei que não iria gostar, pois essas estórias de distopia, meio que não fazem o meu forte, mas claro depois de um livro maravilhoso desses, como passar a não gostar? E fiquem muito emocionados e preparem os seus corações, hoje é a estréia dele nos cinemas, estou ansiosa para ver. Claro que Jogos Vorazes, já tem o seu lugar de favorito no meu coração, como não amar? Não é mesmo?

"Matar ou morrer. Não há escolha. Na arena, o mais capaz vence. Que os Jogos Vorazes comecem!"

Acho que essa resenha, foi a melhor que já fiz. E ai o que vocês acharam? Espero que tenham gostado.
Beijos e comentem!

2 comentários:

  1. *-*
    Que bom que você gostou do livro!!! Espero ver resenhas de "Em chamas" e "Esperança" aqui no blog! ;)
    Vai assistir o filme?? Depois nos conte como foi!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Estou louca para ler esse livro, falam muito dele e parece ser muito bom!
    Beijos e adorei a resenha :D
    neversaynever-believe.blogspot.com

    ResponderExcluir