sábado, 22 de outubro de 2011

Resenha do Livro: Quinze Dias Em Setembro

Ufa, galera nossa desculpas mesmo era para essa resenha ter saido faz tempo, e eu que não sabia quando terminar o livro, pois eu achei ele um pouco chato, e nossaaaa só Deus sabe a minha vontade de tacar aquele livro no chão e pisar... hahaha.. bom as vezes..
Vamos lá

Nome: Quinze Dias Em Setembro
Autor: Ryoki Inoue
Nº de Páginas: 422
Editora: Ibep Nacional
Classificação:
 



Sinopse:

O que pode acontecer em quinze dias? Em geral, muito pouco... Mas e se o mês for setembro, do ano de 2001? Aí sua vida - ou melhor, toda a história - pode ficar marcada para sempre! Fefê é um playboy paulistano. Donovan e Steinberg são investigadores do FBI. Amina é médica. Samira sonha em ser modelo. Mathew e Natalie são jornalistas. Hafez, Mohamed e Ibrahim são religiosos extremistas. O que todos têm em comum? Suas vidas se encontram por causa de um único evento - o ataque terrorista às Torres Gêmeas do World Trade Center.

Resenha:

Quando eu compreei quinze dias em setembro achando que o livro só se tratava do atentado as Torres Gêmeas, vi logo de cara que não era só isso, quando o livro chegou aqui em casa e comecei a ler.. de começo odiei.. e no meio também.. Fui lendo até saber o que aconteceria no final e posso dizer que acho que é o final de livro que eu mais gostei. Hoje a minha resenha será bem mais objetiva do que as outras.

Nesse livro tem vários personagens, cada um com uma história diferente e um problema diferente, mais que no final todas as histórias de uma forma ou de outra acabam se relacionando. Odiei a parte que tem bastante futilidade, muitas pessoas egoístas. Isso é um ponto negativo para mim, por isso resolvi dar quatro estrelas, só por esses dois pontos que sinceramente não gostei.

O que levei mais em conta foi, o amor, que alguns personagens se relacionam ao decorrer da história, e a compaixão sobre todos os nova-iorquinos juntos em grande luto e tentando fazer de alguma forma, essa tragédia trazer algum significado para suas vidas. Isso foi o que eu mais gosteei do livro inteiro.. é esse amor, essa compaixão.

Mais não podemos desconsiderar o fanatismo, o preconceito entre os árabes e os mulçumanos, que os nova-iorquinos tem. Também foi outro ponto negativo e positivo ao mesmo tempo, negativo pois eu odiei como os nova-iorquinos tratam os árabes e os mulçumanos, é uma falta de consideração ao próximo, todos pensam que todo árabe é terrorista e isso não é justo. Por outro lado vemos que todo mundo pensa assim, até eu por um certo momento da minha vida tinha esse preconceito, então o livro se tornou uma forma de lição entende?

Bom Ryoki fez um ótimo trabalho escrevendo esse livro, e o final me surpreendeu bastante, por isso não dei três estrelas, pois no meio do livro eu estava pensando seriamente em dar três. Mais o final mudou tudo e só alguns pontos negativos que eu achei, prevaleceram e nem foi tantos. Por isso a nota quatro.



Espero que tenham gostado e peço mil desculpas mais uma vez, é que meu pc não colabora comigo.. rsrsrs’.


Beejo Beejo ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário